Saudações

Pesquise - Assista - Opine















Loading...

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Determinação titrimétrica e espectofotométrica

O ácido acetilsalicílico, AAS é um inibidor não seletivo das enzimas cicloxigenases e por este motivo, é utilizado na terapêutica há mais de 100 anos como antiinflamatório, antipirético, antitrombótico e analgésico. A dosagem do teor de princípio ativo dos fármacos consumidos pela população é de suma importância para garantir a qualidade dos medicamentos disponibilizados, evitando assim, intoxicações e frustrações terapêuticas. No presente trabalho quantificou-se o teor de ácido acetilsalicílico em comprimidos de Dormec Infantil e Acetildor, fornecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e em comprimidos de AAS da Sanofi Aventis e de Aspirina Bayer, duas marcas comerciais consideradas de referência. Foram utilizadas duas metodologias analíticas distintas: o método titrimétrico recomendado pela Agência de Vigilância Sanitária (ANVISA) e o método espectrofotométrico, descrito na literatura. Os resultados das determinações titrimétricas de AAS nos comprimidos (cp) analisados foram os seguintes: 97 mg/cp de Dormec; 493 mg/cp de Acetildor; 104 mg/cp de AAS da Sanofi Aventis e 508 mg/cp de Aspirina Bayer. Por meio do método espectrofotométrico foram obtidos os seguintes valores: 97 mg/cp de Dormec;


499 mg/cp de Acetildor; 101 mg/cp de AAS da Sanofi Aventis e 512 mg/cp de Aspirina Bayer. Constatou-se que todas as amostras analisadas, tanto as comerciais, quanto as fornecidas pelo SUS, estão dentro dos padrões de qualidade exigidos, uma vez que, os resultados das análises confirmam as informações de teor apresentadas nas embalagens.



Palavras-chaves: determinação titrimétrica; determinação espectrofotométrica; ácido acetilsalicílico.


Para obter este trabalho completo escreva para o autor :  Carlos Augusto Alvarenga Motta Junior : e-mail cmottajr@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário